Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Internacional] 777X: testes suspensos Gse_multipart13851

[Internacional] 777X: testes suspensos

Ir em baixo

[Internacional] 777X: testes suspensos Empty [Internacional] 777X: testes suspensos

Mensagem por andre_sp em Seg 09 Set 2019, 11:45

SEATTLE (EUA) — A Boeing informou no sábado a suspensão dos testes de sua nova aeronave, a 777X, prevista para ter seu primeiro voo em 2020.  O motivo, segundo comunicado da empresa, foi uma falha nos testes de carga final.

Segundo uma fonte próxima ao assunto, uma porta do avião explodiu durante as simulações,  o que é considerado algo raro. A Administração Federal de Aviação (FAA, em inglês), responsável por regular a aviação civil nos Estados Unidos (EUA), está investigando o incidente.

Os testes de carga fazem parte do processo de certificação de aeronaves, supervisionados por inspetores da FAA. Segundo informou um porta-voz da Boeing à AFP, os testes, pretendem sujeitar o avião a "cargas e tensões muito além das cargas operacionais normais".

Durante os testes de carga final no avião de teste estático 777X, a equipe encontrou um problema que exigia a suspensão do teste — disse o porta-voz — As condições de teste estavam muito além de qualquer carga esperada no serviço comercial. O evento está sob revisão e a equipe está trabalhando para entender a causa raiz.

O 777X estava originalmente programado para realizar seu primeiro voo de teste neste ano. Essa data, no entanto, foi adiada para o início de 2020 pela Boeing, devido a problemas com o motor produzido pela General Electric (GE). Questionado se o revés desta semana atrasaria o cronograma da empresa, o porta-voz não se manifestou.

Durante os testes de carga, o avião é submetido a extrema tensão para verificar sua resistência estrutural. Tradicionalmente, esses testes levam a aeronave ao ponto de ruptura estimado pelos fabricantes e são essenciais para obter a certificação dos reguladores.

A suspensão do teste no 777X ocorre quando a Boeing está concluindo as alterações exigidas pelos reguladores no 737 MAX, suspenso em todo o mundo depois de dois acidentes que resultaram em 346 mortes.

As autoridades da aviação civil intensificaram as inspeções desde esses desastres, principalmente a FAA, acusada pela proximidade com a Boeing.

Em um esforço para reforçar sua independência, o órgão regulador dos EUA se tornou muito mais detalhado e exigente, de acordo com fontes da indústria entrevistadas pela AFP.

O 777X da Boeing, que substitui o 777 e pode transportar de 400 a 425 passageiros, já foi encomendado por oito companhias aéreas, incluindo a Emirates. A aeronave busca competir com o modelo A350 da fabricante europeia Airbus.

Fonte: O Globo

_________________
A vantagem da honestidade é que a concorrência é pequena.
andre_sp
andre_sp
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 26/08/2009
Mensagens : 11557
Reputação : 1064
Idade : 50
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Aviação
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum