Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] Com documento falso, golpista no DF consegue 200 passagens aéreas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] Com documento falso, golpista no DF consegue 200 passagens aéreas

Mensagem por Amilckar em Sex 21 Fev 2014, 13:25

Com documento falso, golpista no DF consegue 200 passagens aéreas


SUSPEITO, QUE É EX-FUNCIONÁRIO DA AERONÁUTICA, FOI PRESO NESTA QUINTA.
PASSAGENS ERAM VENDIDAS; TAM DISSE QUE COLABORA COM AS INVESTIGAÇÕES.


 
Documentos utilizados pelo suspeito de aplicar golpe para conseguir passagens aéreas (Foto: Isabella Formiga/G1)


A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta quinta-feira (20) um ex-funcionário da Aeronáutica suspeito de vender pelo menos 200 passagens aéreas emitidas de forma fraudulenta por meio de um convênio da pasta com a companhia aérea TAM.


A TAM informou por meio de nota que colabora com as investigações e prestará todos os esclarecimentos necessários às autoridades.Segundo o delegado Jefferson Lisboa, o suspeito, de 41 anos, reproduziu um ofício e um carimbo muito semelhantes ao usado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa) para solicitar as passagens. Para a emissão dos bilhetes, ele levava o documento ao guichê da companhia com o nome das pessoas que viajariam.


Lisboa disse que a TAM desconfiou de fraude ao constatar que os passageiros eram sempre pessoas diferentes."O que chamou a atenção foi a grande quantidade de bilhetes para pessoas diversas, um número muito elevado", disse Lisboa.

Segundo o delegado, as passagens aéreas eram emitidas com frequência para pessoas de uma mesma família e sempre para os trechos mais caros, como as regiões Norte e Nordeste.

O suspeito vai responder por estelionato, fraude e falsidade ideológica. Lisboa afirmou que ele pode pegar até dez anos de prisão, caso seja condenado.

A polícia também vai investigar se as pessoas que compraram os bilhetes aéreos sabiam da fraude ou se foram induzidos pelo suspeito. Caso seja comprovado que os passageiros sabiam do esquema, eles também pode responder por estelionato, diz o delegado.



Fonte: G1

_________________
Carlos Amilckar

Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 10849
Reputação : 494
Idade : 51
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum