Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


Air France 296  Gse_multipart13851

Air France 296

Ir em baixo

Air France 296  Empty Air France 296

Mensagem por Guilherme Qua 08 Jun 2011, 17:57

Em fevereiro de 1987, voava pela primeira vez uma aeronave que revolucionou a tecnologia e o mercado da aviação comercial, o Airbus A320. Foi o primeiro avião comercial subsônico dotado de comandos fly-by-wire, os quais atuam eletronicamente os comandos de voo do avião, em substituição aos comandos mecânicos e hidráulicos usados nas aeronaves anteriores.
Certificado no ano seguinte, o avião entrou em operação em março de 1988 para concorrer diretamente com a aeronave mais bem sucedida da aviação comercial, o Boeing 737. A Air France foi um dos seus primeiro operadores.

Entretanto, o sistema de comandos fly-by-wire dos A320 sofreu duras críticas da concorrência na ocasião do lançamento do avião. As principais críticas eram relativas à capacidade do sistema de limitar os comandos do piloto, com a intenção de proteger o voo de operações fora do "envelope" aerodinâmico. Supunham os críticos que o sistema pudesse falhar em determinadas situações, colocando o voo em risco.

Ainda assim, o A320 passou sem maiores problemas pelo crivo das autoridades certificadoras e o sistema foi aprovado. Aparentemente, o Airbus A320 estava destinado a oferecer uma grande concorrência ao confiável, mas já antiquado, Boeing 737.

O otimismo da Airbus sofreu, no entanto, um duro golpe no dia 26 de junho de 1988. O voo fretado AF 296 tomou parte em um show aéreo no aeroporto de Mulhouse-Habsheim Airport, na região de fronteira franco-alemã da Alsácia, onde foi exibido em uma passagem baixa sobre a pista, com trem de pouso abaixado.
O avião, matriculado F-GFKC, estava praticamente lotado, com 130 passageiros e 6 tripulantes. A passagem baixa sobre a pista deveria ser feita a 100 pés, mas o avião acabou descendo inadvertidamente a apenas 30 pés do chão. Ao arremeter, a aeronave não conseguiu ganhar altura, e acabou batendo nas árvores de um bosque situado logo à frente.
Ao bater, o Airbus sofreu uma grande explosão e um incêndio, que acabou por destruí-lo completamente. Milagrosamente, quase todos os ocupantes do avião escaparam com vida, exceto 3 passageiros que não conseguiram sair dos destroços e faleceram. Cerca de 50 pessoas ficaram feridas.
A investigação desse acidente pode ser considerada como escandalosa. De acordo com a lei francesa, os gravadores de voo (caixas-pretas) de aeronaves acidentadas devem ser recuperadas imediatamente pela polícia, com a finalidade de constituir meio de prova nos processos judiciais subsequentes. Entretanto, as autoridades aeronáuticas francesas reteram as duas caixas pretas por 10 dias, sem oferecer qualquer explicação, e só foram parar nas mãos dos juízes após serem confiscadas.
As caixas pretas, ao serem examinadas, continham evidências óbvias de que tinham sido violadas fisicamente. Cerca de 8 segundos de gravação tinham sido removidos da fita, inclusive os 4 segundos vitais antes do avião se chocar com o solo. A fita estava cortada e remendada grosseiramente.

Paira ainda a suspeita de que um dos gravadores, o DFDR (Digital Flight Data Recorder) tenha sido substituído por outro. De fato, o DFDR "oficial" apresentado à Corte de Colmar, responsável pelo caso, possuía duas listras brancas transversais, enquanto fotos divulgadas pela agência Sipapress (abaixo) mostravam o Sr. Gérard, gerente local da Direction Génerále de l'Aviation Civile - DGAC (autoridade aeronáutica da França), carregando um gravador cujas faixas brancas eram diagonais.
Mesmo assim, a culpa pelo acidente foi atribuída a erro da tripulação. O Comandante Michel Asseline, assim como o co-piloto Pierre Mazière, dois funcionários da Air France e o presidente do aeroclube que patrocinou a festa foram condenados pela justiça pelo acidente. O Comandante Asseline foi sentenciado a 6 meses de prisão e mais 12 meses de liberdade condicional por homicídio culposo, enquanto os demais foram condenados a penas em liberdade condicional.
O Comandante Asseline sempre negou sua culpa pelo acidente. Recorreu da sentença e, surpreendentemente, teve sua pena aumentada para 10 meses de prisão mais 10 meses de liberdade condicional. Asseline afirmou, ao ver um dos inúmeros vídeos gravados pelo público que assistia á demonstração, que seu altímetro marcava 100 pés de altura, enquanto a altitude correta do avião era de apenas 30 pés. O piloto ainda afirmou que o avião não respondeu adequadamente ao comando das manetes de potência, e que se acidentou por problemas técnicos do avião.

De fato, apenas um mês antes do acidente, a Airbus emitiu dois Operational Engineering Bulletins - OEB para os operadores do A320. O boletim OEB 19/1 intitulado "Deficiente Aceleração dos Motores a Baixa Altitude", dizia que os motores poderiam não responder corretamente ao comando das manetes a baixa altura. O boletim OEB 06/2, intitulado "Baro-Setting Cross Check", dizia que as indicações do sistema barométrico do A320 (pitot-estático) nem sempre davam indicações corretas.

Os dois boletins referiam-se exatamente aos problemas relatados pelo Comandante Asseline em sua defesa. Entretanto, tais boletins, embora tivessem sido recebidos pela Air France, somente foram divulgados aos pilotos da empresa logo após o acidente do voo 296.
A condenação dos pilotos abafou o caso e serviu para aliviar as dúvidas dos operadores sobre a segurança dos sistemas eletrônicos do A320. De fato, o avião tornou-se um grande sucesso de mercado e 4.186 aviões da família A320 foram fabricados de 1987 até fevereiro de 2010, constituindo-se o avião no único grande rival do veterano Boeing 737.

Após o acidente do AF 296, um piloto de Boeing 747 da empresa, Norbert Jacquet, questionou a confiabilidade dos sistemas altamente computadorizados dos Airbus. Questionou também a versão oficial do acidente e a tentativa de encobrir defeitos na tecnologia dos A320. Acabou demitido da Air France, teve seu certificado de saúde cassado definitivamente por insanidade e acabou encarcerado em diversos estabelecimentos prisionais, especialmente manicômios. Acabou escrevendo um livro sobre o caso, "Airbus".

Os problemas que, segundo o Comandante Asseline, provocaram o acidente em Mulhouse-Habsheim, continuam a assombrar os A320. O acidente do voo TAM 3054, ocorrido em São Paulo em 12 de julho de 2007 pode ter sido provocado, em parte, por problemas nas manetes de potência, embora a investigação tenha concluído que as mesmas foram operadas de modo impróprio. O estado de destruição do pedestal das manetes não permitiu uma análise adequada da sua condição de funcionamento na ocasião do acidente.
Fonte
Video do acidente


Última edição por Guilherme em Qua 08 Jun 2011, 19:48, editado 1 vez(es)
Guilherme
Guilherme
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 07/03/2011
Mensagens : 195
Reputação : 5
Idade : 25
Simulador preferido : FSX/X-Plane 10
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por Guilherme Qua 08 Jun 2011, 18:01

Na minha opinião a Airbus e o governo frances, para proteger a imagem desse avião recem lançando, alterou provas e colocou a culpa nos pilotos.Isso me deixa com duvidas sobre a Airbus em admitir erros em seu avião.
Guilherme
Guilherme
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 07/03/2011
Mensagens : 195
Reputação : 5
Idade : 25
Simulador preferido : FSX/X-Plane 10
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por eduardogarcia Qui 09 Jun 2011, 22:25

Esse acidente quase acabou com o A320 e com a Airbus
Mas na minha opinião ficou mal explicado

_________________
Core i7-2600 3.40Ghz, 16GB de RAM , Nvidia GTX 1050 2GB
Air France 296  Eduardogeorge
eduardogarcia
eduardogarcia
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 24/02/2011
Mensagens : 127
Reputação : 17
Idade : 34
Simulador preferido : P3D, XP11
Emprego/lazer : Analista de sistemas
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por Miguel Junior Sex 10 Jun 2011, 00:22

mad
Miguel Junior
Miguel Junior
Major
Major

Masculino
Inscrito em : 22/06/2009
Mensagens : 429
Reputação : 8
Idade : 42
Emprego/lazer : Empresario
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por Alexandre da Silva Sex 10 Jun 2011, 08:12

A muito tempo atrás, por acaso do destino encontrei uma pagina na internet que intitulada ser do piloto deste avião. Lá existem muitas provas e afirmações que ele estava correto e que o avião falhou, na minha opinião deveria ser proibido este tipo de demonstração com um avião cheio de pessoas !

Outra coisa, eu já vi um Varig fazendo isso e garanto que ele estava muito mais rapido que este Airfrance, o piloto vai fazer esta manobra em velocidade de pré-stall. damn

Poderia ter sido pior este acidente.

Ao criador do tópico, meus parabéns uma bela matéria.

_________________
W10 64 bits - Placa Mãe: ASUS P8Z77-V / Processador: Intel I7 3770K 4.2 Ghz - Memória: 32 GBs 4X8 HyperX 1866 MHz
Placa de Video: NVidia RTX 2060 6GBs DDR6 / Hard Disk: Seagate 1Tb + SSD 500 Gbs + SSD 1Tb/ Fonte: Thermaltake TR2 700P 700W


Meus cenários.
Meu canal no Youtube.
Alexandre da Silva
Alexandre da Silva
Marechal-do-Ar
Marechal-do-Ar

Masculino
Inscrito em : 20/02/2011
Mensagens : 6920
Reputação : 587
Idade : 31
Simulador preferido : MSFS 2020
Nacionalidade : Brasil

https://www.youtube.com/biro4fun

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por ricardo_r Sex 10 Jun 2011, 08:46

Um outro piloto da Air France (comandante de 747) que saiu em defesa do piloto deste voo, também ficou com a vida estragada.
Há um episódio do Mayday sobre este caso.

_________________
Ricardo Rodrigues
ricardo_r
ricardo_r
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Inscrito em : 25/02/2010
Mensagens : 561
Reputação : 34
Idade : 30
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por José Augusto Lima Sex 10 Jun 2011, 09:24

Vôo Air France 296, Concorrência FX-2, Queda do A-330,
Concorrência na India com om Rafale, descartando o F-18 e F-16,
Esses Franceses....... Air France 296  383878 Air France 296  982252
José Augusto Lima
José Augusto Lima
Coronel
Coronel

Masculino
Inscrito em : 21/05/2009
Mensagens : 1920
Reputação : 79
Idade : 69
Emprego/lazer : Empresário
Nacionalidade : Brasil

http://tecnojato.jau@bol.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por Fortunati Sex 10 Jun 2011, 11:52

Falando sinceramente, esta aeronave nunca me agradou. Espero nunca precisar voar com ela.
Um abraço.
João

_________________
Quando algo que você goste acabar ou simplesmente ir embora, lembre-se que as folhas do outono não caem porque querem, mas sim porque é chegada a hora.

    Callsight: VV153 - Fortunati

Processador: AMD FX-6100 Six-Core Processor @3.3GHz
Placa-Mãe: ASUS M5A78L-M LX
Placa Gráfica: NVidia GeForce GT 610 - 2048Mb – DDR3
Memória RAM: 6Gb - Kingston 669.6MHz – DDR3
Discos Rígidos: Samsung SATA II – 7200 rpm - 500 Gb
Fonte ATX VX-500 Aerocool 500W
Monitor: Dell - LCD 18,5" - Widescreen Full HD
Sistema Operacional: Windows 7 Ultimate 64bit - Service Pack 1
Fortunati
Fortunati
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Inscrito em : 12/05/2010
Mensagens : 683
Reputação : 48
Idade : 67
Simulador preferido : FS2004 e FSX
Emprego/lazer : Música ( sax ), Aviação, Plastimodelismo e Flight Simulator
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Air France 296  Empty Re: Air France 296

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum