Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES Gse_multipart13851

[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES

Ir para baixo

[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES Empty [Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES

Mensagem por Amilckar Qui 01 Nov 2012, 16:07

Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES

Nessa terça-feira (30), German Efromovich, dono da Avianca, empresa escolhida pelo governo português para comprar a Tap, afirmou que não deve recorrer ao BNDES para a concluir a operação.

“Não sei se precisaremos do BNDES. Tenho recebido ligações de muitos bancos querendo entrar na operação. A não ser que o BNDES demonstre interesse, mas até agora não houve conversas nesse sentido”, declarou.

[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES Tap_Airbus_Canal_Piloto

O governo português oficializou o convite para que Efromovich apresentasse uma proposta no último dia 19, depois de eliminar outros dois concorrentes. Com isso, o executivo possui acesso às informações financeiras da companhia lusitana, que acumula uma dívida de € 1,2 bilhão.

“Estou bastante otimista e esta operação faz todo sentido. Mas depende do que vou ver no ‘data room’. Se a gente não gostar do que olhar, não precisamos comprar”, afirmou.

[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES Money_Canal_PilotoGerman explicou que se a operação for adiante, o Grupo Synergy abrirá uma empresa europeia. Por ser descendente de poloneses, Efromovich está livre da restrição que exige nacionalidade europeia para controlar uma companhia aérea no continente.

O valor da nova companhia seria de US$ 7 bilhões, um pouco mais que a metade dos US$ 13,5 bilhões que vale o grupo chileno-brasileiro Latam, a maior da América Latina. Porém, o grupo de Efromovich, passaria a liderar o mercado do Brasil para a Europa, além de fortalecer a Avianca Brasil.

O objetivo do empresário é triplicar de tamanho no mercado brasileiro e ampliar a frota atual, de 34 aviões, para 40 até 2015. “Não tenho ambição de ter o tamanho que as grandes têm no mercado brasileiro”, diz. “Prefiro uma operação doméstica enxuta, porém rentável”, afirmou.

Por Antonio Ribeiro
Imagem: Reprodução

Via: Canal Piloto

_________________
Carlos Amilckar
[Portugal] Avianca deve comprar a Tap sem a ajuda do BNDES Amilckar%252FVV125
Amilckar
Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 11036
Reputação : 512
Idade : 56
Simulador preferido : P3D V3
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo


 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos