Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Internacional] Segundo General da USAF, o “F-35 não será páreo para o J-20″

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Internacional] Segundo General da USAF, o “F-35 não será páreo para o J-20″

Mensagem por Amilckar em Seg 10 Jan 2011, 11:06



O General da Reserva da USAF Thomas G. McInerney alertou que o caça chinês Chengdu J-20 poderá derrotar o caça F-35. Os chineses tem liberadamente e de forma clara liberado informações sobre seu novo caça chinês de quinta geração, o J-20, apenas alguns dias antes da já a muito tempo agendada visita do Secretário de Defesa Robert Gates à China, que começou nesse domingo.

Este é mais um passo dado pelos japoneses para sublinhar e enviar uma mensagem clara aos militares norte americanos – e aos países aliados dos EUA na Ásia – que a China está investindo pesadamente nas capacidades militares que dominarão a Ásia no futuro.
O primeiro voo do protótipo está previsto para ocorrer durante a visita do Secretário Gates ou talvez quando o Presidente da China Hu Jintao visitar Washington no dia 19 de janeiro. As datas não estão confirmadas mas as duas visitas estão marcadas com os primeiros sinais do J-20 na pista do Instituo de Projetos da CAC (Chengdu Aircraft China).
O J-20 parece com o projeto do FB-22 que não teve sequência na USAF, um projeto proposto pela Lockheed em 2002. Faz todo sentido que o protótipo do J-20 apareça agora, quase dez anos depois da proposta do FB-22, já que a China é um dos países que mais realizam espionagem industrial no mundo.
Nos dias atuais, com os EUA tendo operacionalmente cerca de 70 ou 80 caças F-22 e cerca de 10 bombardeiros B-2, além dos novos caças F-35, os quais provavelmente não serão páreos para J-20, faz com que os EUA corram o risco de ficarem como antes de entrarem na Segunda Guerra Mundial.
A administração Obama, que decidiu por terminar a linha de produção do F-22 em abril de 2009 sem passar pelo Congresso não parece ter sido uma boa decisão dado aos últimos fatos.
A forma mais rápida de solucionar seria a colocação no plano de investimento anual de 12 caças F-22 para 2011 enquanto a linha de produção do F-22 ainda está aberta – e depois mantê-la aberta para conter o rápido desenvolvimento da ameaça chinesa.
Os japoneses e australianos, aliados no Pacífico, já vem a tempos interessados em adquirir os caças F-22, e os EUA deveriam autorizar a venda para esses países, mantendo uma importante estabilidade na região asiática no futuro.
Nota: Thomas G. McInerney é um General da Reserva da U.S. Air Force que foi graduado em West Point em 1959 e se aposentou como Vice-Assitente Chefe da Força Aérea. Atualmente é consultor militar.
Via: cavok.com.br

_________________
Carlos Amilckar
avatar
Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 10989
Reputação : 505
Idade : 51
Simulador preferido : P3D V3
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Internacional] Segundo General da USAF, o “F-35 não será páreo para o J-20″

Mensagem por rhodesbauer em Seg 10 Jan 2011, 12:58

essa corrida armamentista traz novos desenvolvimentos que acabam sendo utilizados para propósitos positivos, mas mesmo assim acho muito temerário se iniciar esse tipo de conflito no momento da história em que vivemos...

A população já se tornou consciente de que detém o poder, e os governantes estão lá enquanto o 'povo' se mantém inerte.

Eu honestamente não acredito que a China vá arriscar invadir nações soberanas para controlar território. Se ela fizer isso não há arma que vai impedir revoltas massivas.

Hoje em dia, ~invasão através da força é inviável. Você consegue derrotar um exército inimigo através da força das armas, mas uma população inteira não vai se submeter a estrangeiros. Muitos morreriam, mas os invasores seriam expulsos.

Na minha opinião o que eles estão tratando de deixar claro que eles tem poder de persuasão, principalmente para as provincias rebeldes, como Taiwan.


_________________
Apenas minha opinião de bosta...

rhodesbauer
Brigadeiro
Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 06/04/2010
Mensagens : 2257
Reputação : 191
Idade : 35
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Analista de Projetos
Nacionalidade : Brasil

http://bauer.net.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum