Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Internacional] A guerra entre A320neo e 737MAX

Ir em baixo

[Internacional] A guerra entre A320neo e 737MAX

Mensagem por Amilckar em Sex 24 Nov 2017, 17:14

A guerra entre A320neo e 737MAX


Boeing e Airbus travam uma disputa acirrada pelo mercado de jatos de corredor único



Mais um capítulo da guerra de Boeing e Airbus pelo mercado de jatos de corredor único aconteceu nesta semana durante o Dubai Airshow, que terminou nesta quinta-feira nos Emirados Árabes Unidos. Durante o evento, os dois maiores fabricantes de aviões do mundo anunciaram acordos bilionários. Definitivamente, uma semana histórica.

A Airbus anunciou o maior compromisso de compra de sua história ao assinar um Memomorando de Compromisso (MoU) com a Indigo Partners para a venda de 130 jatos A320neo, que começarão a ser entregues em 2021. O acordo totaliza US$ 49,5 bilhões. Paralelamente, a Boeing assinou um acordo de US$ 27 bilhões com a empresa aérea Flydubai para a compra de 225 aeronaves em sua família 737MAX, o maior pedido de aviões de um único corredor - tanto em número de aviões como em valor total - de uma linha aérea do Oriente Médio.



A Indigo Partners, um fundo de capital privado com sede nos Estados Unidos, dobrou sua ordem atual de 427 aeronaves da família A320. O fundo possui quatro companhias aéreas de baixo custo e a nova frota será compartilhada da seguinte forma: Wizz Air (Hungria) 72 A320neo, 74 A321neo; Frontier Airlines (EUA) 100 A320neo, 34 A321neo; JetSMART (Chile) 56 A320neo, 14 A321neo e Volaris (México) 46 A320neo, 34 A321neo.

Já os 225 modelos Boeing 737 MAX devem começar a ser entregues para a Flydubai a partir de 2019. Segundo o xeique Ahmed bin Saeed Al Maktoum, presidente da Flydubai, em menos de uma década, a empresa ampliou sua rede para 97 destinos em 44 países, transportando mais de 44 milhões de passageiros.

O acordo inclui um compromisso para 175 aviões MAX e direitos de compra para mais 50 da mesma família. Mais de 50 dos primeiros 175 aviões serão 737 MAX 10, lançados no início deste ano. O restante do contrato compreende as aeronaves MAX 8 e MAX 9.

Fonte: AeroMagazine

_________________
Carlos Amilckar
avatar
Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 11032
Reputação : 507
Idade : 52
Simulador preferido : P3D V3
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum