Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


Simulação x Vôo Real

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Simulação x Vôo Real

Mensagem por matheus_vallim em Qua 02 Ago 2017, 11:16

Pessoal,

Estive olhando algumas discussões sobre até que ponto a Simulação (FSX, XPlane, P3D) pode ajudar na formação de vôo real e se mesmo um piloto virtual de horas e horas num Cessna A2A consegueria decolar e pousar um avião real (ou mesmo um PMDG).

As idéias foram muito divididas. Comandantes reais dizendo que a simulação está muito longe do real, que é necessário se "sentir" o avião. Outras opiniões, também de pilotos reais, divergem, dizendo que se levado a sério (desde o Cold 'n' Dark) até os processos de check, decolagem e pouso, o simulador é muito bom.

Particularmente, já ouvi de pilotos reais que o FS os ajudaram muito em termos de vôos VFR (quando o cenário é fotorreal), cruzeiro, IFR, procedimentos de descida, entrada no tráfego etc. Também ouvi dizer que o simulador pode levar à "vícios" que seriam dificeis de serem corrigidos durante o aprendizado real, mas que isso depende da maturidade do aluno/piloto em saber das limitações do simulador e entender como ocorre o vôo real. Outro ponto importante que um piloto comentou num fórum é que existem aeronaves reais bem mais fáceis de pilotar que no FS. Também ouvi dizer que voar em formação no FS é muito mais dificil que voar em formação no real.

Um abraço,

_________________
Matheus Vallim
Projeto "Academia da Força Aérea" Simulator

matheus_vallim
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 09/04/2011
Mensagens : 241
Reputação : 20
Idade : 26
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Paulo Stavis em Qua 02 Ago 2017, 11:40

matheus_vallim escreveu:Pessoal,

Estive olhando algumas discussões sobre até que ponto a Simulação (FSX, XPlane, P3D) pode ajudar na formação de vôo real e se mesmo um piloto virtual de horas e horas num Cessna A2A consegueria decolar e pousar um avião real (ou mesmo um PMDG).

As idéias foram muito divididas. Comandantes reais dizendo que a simulação está muito longe do real, que é necessário se "sentir" o avião. Outras opiniões, também de pilotos reais, divergem, dizendo que se levado a sério (desde o Cold 'n' Dark) até os processos de check, decolagem e pouso, o simulador é muito bom.

Particularmente, já ouvi de pilotos reais que o FS os ajudaram muito em termos de vôos VFR (quando o cenário é fotorreal), cruzeiro, IFR, procedimentos de descida, entrada no tráfego etc. Também ouvi dizer que o simulador pode levar à "vícios" que seriam dificeis de serem corrigidos durante o aprendizado real, mas que isso depende da maturidade do aluno/piloto em saber das limitações do simulador e entender como ocorre o vôo real. Outro ponto importante que um piloto comentou num fórum é que existem aeronaves reais bem mais fáceis de pilotar que no FS. Também ouvi dizer que voar em formação no FS é muito mais dificil que voar em formação no real.

Um abraço,

Acho que isso depende muito de piloto para piloto. Tem gente que voa na IVAO e pega alguns vicios que até hoje não sei porque existem (ex. atz pra corte, "transponder tal na caixa", informar que está fora do solo, etc). Mas por outro lado isso também ajuda a situar o aluno no voo.

Nunca fui de perguntar muito pros meus alunos quais usavam o FS ou não mas lembro que um deles comentou uma vez que usava. Até dei uma explorada, perguntei o que ele voava e tal. O desempenho dele foi levemente superior ao dos outros pois ele tinha uma certa base. Por mais que a base seja errada, contenha alguns conceitos incorretos (por ex. o aluno não sabe que você não pode dar full power muito rapido, tem que ser gradativo e continuo) mas ele faz errado uma vez, corrijo e ele adota aquilo como normal.
Quando comecei a voar também senti um conforto um pouco maior. Por mais que eu não sabia exatamente tudo o que estava acontecendo algumas coisas vieram naturalmente.

Já quando o aluno é cruzão, daqueles que entraram no teórico de paraquedas o troço é bem pior. Muitos não sabem nem que se você coloca a manete de potencia pra frente o motor acelera e que se puxar ele desacelera. Eles possuem maior dificuldade com o rádio também, exitam bastante. A falta de conhecimento aeronáutico em geral também me deixava meio desconcertado as vezes, coisas bobas tipo saber o que é um voo IFR ou VFR (ele sabe na teoria mas não entende na pratica).

Obviamente que o aluno tem que ter um grande discernimento que o voo real é uma coisa e o FS dele é outra. Não adianta ele encostar no Phenom 100 que está hangarado ao lado, subir no cockpit e sair dando aula de Carenado pro comandante.
Você tem saber bem selecionar o que fala para os outros também em função desse preconceito de que "o guri do FS acha que sabe tudo do boeing".

Portanto posso dizer que o FS é sim benéfico quando usado corretamente. Ajuda bastante a iniciar o aluno no mundo da aviação, adquirir conhecimento aeronáutico geral, manter o IFR em dia (por mais que não seja EXATAMENTE como o real ajuda bastante e com custo baixíssimo) e dar uma treinada em geral.
Hoje não atuo mais na aviação, infelizmente, porém tento manter a proficiencia no FS. Pelo menos pra manter o que sei quentinho na memoria.
Essa é minha opinião.
avatar
Paulo Stavis
Brigadeiro
Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 07/04/2011
Mensagens : 2832
Reputação : 602
Idade : 25
Simulador preferido : P3Dv4
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Francisco Reis em Qua 02 Ago 2017, 12:28

Bom dia, comandantes!
Matheus, bem adequada e pertinente a manifestação de Paulo Stavis. Há anos uso a simulação como hobby, e infelizmente ainda não tive a oportunidade de pilotar (voo solo) uma aeronave (em que pese ainda ter esperança).
Mas separo muito bem as coisas, e tenho para mim, usando de uma simples analogia, que é como dirigir. Ninguém irá me convencer que um simulador numa auto-escola tornaria o aluno apto a sair dirigindo por ai. Mas é obvio que ajuda - e muito.
O mesmo para aviação. Alguém que exerce a simulação com seriedade está muito mais preparado para iniciar um curso de piloto, de que um leigo.
Tenho um amigo que tinha um Cessna 182. A gente contratava um piloto e dava umas voltas por algumas cidades próximas a Salvador.
O instrutor - quando me entregava a aeronave - sempre elogiava os meus procedimentos de curva, descida, aproximação para pouso, etc...
Por conseguinte, a simulação foi o meu diferencial.

avatar
Francisco Reis
Major
Major

Masculino
Inscrito em : 14/05/2013
Mensagens : 325
Reputação : 15
Idade : 56
Simulador preferido : PREPAR3D
Emprego/lazer : advogado/Prepar3D
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por etops em Qua 02 Ago 2017, 15:18

Pra mim ajudou a ter mais noção das coisas. Mas nenhum simulador consegue simular a parte mecânica da coisa. Simuladores só exibem parâmetros. Os melhores produtos do mercado de add-ons tentam dar um feeling parecido, mas nunca poderão ser igualar ao real.

Dar partida, por exemplo, em um motor a pistão na vida real não é a mesma coisa que fazer no simulador. Os procedimentos podem ser parecidos, mas a vibração, os sons, a sensibilidade da manete.. Tudo isso faz uma enorme diferença. Minha primeira carteira foi no paulistinha, que não possuía motor de arranque, então se o procedimento não fosse muito bem sincronizado o instrutor ia passar a vida dando hélice do lado de fora. E em dias frios, a coisa era pior ainda. Precisava de umas 10 tentativas pro motor dar sinal de vida, se o aluno perde esta única chance o instrutor fica revoltado! lol E um movimento ínfimo de manete à mais ou a menos é o suficiente para o motor pegar, não pegar ou afogar.

A experiencia do voo é muito sensorial, você escuta que o passo das hélices estão dessincronizados, você sente a vibração, você sente o avião pedindo motor, percebe quando deu manete rápido de mais e ele engasga e quase morre etc.

O pessoal da A2A até tenta simular essas experiências sensoriais mais a fundo. É clara a diferença para um carenado. Mas a diferença para o real ainda é bem grande.

E de fato algumas coisas são mais fáceis no mundo real. Grande parte ligado a interação dos comandos e a visibilidade. Eu não tenho track IR, então alinhamento com pistas fazendo circuito de tráfego ou chegando num SDU por exemplo (com app em curva)no mundo real é bem mais fácil. Posso olhar rapidamente para o lado, fazer o cross-check dos instrumentos muito mais rápido, e ainda tenho a minha visão periférica. Interagir com os instrumentos sem AP no mundo real é mais fácil (não preciso pegar o mouse para ficar trocando radial e frequência. Com uma mão no manche uso a outra para ajustar o que eu quero.)

etops
Major
Major

Masculino
Inscrito em : 10/03/2011
Mensagens : 327
Reputação : 28
Idade : 32
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por rodrigo mago em Qua 02 Ago 2017, 16:04

Acho que todos aqui são unânimes em uma coisa: quando alguém sabe que você tem um simulador de vôo em casa, perguntam logo se você saberia assumir um avião no caso de uma emergência! Escuto isso sempre e digo que não. Já voei várias vezes e nunca tive a oportunidade de sentir na mão uma aeronave. Tenho simulador desde 2007 e logo vi que a conversa não era assim. Primeiro veio a percepção que vivemos uma experiência áudio-visual, a limitação da visão lateral, que melhora com um trackir. Não sentimos as forças que um piloto real sente no manche, a velha colada no banco, pra mim a melhor parte do vôo, rsrsrsrs, enfim, muito a detalhes. Uma vez em 1986, na era plano cruzado, eu morava em Feira de Santana e vim passar as férias em Natal, onde resido atualmente, e nessa época, existiam muitos problemas de vender 2 passagens pra o mesmo assento e o vôo lotado. Saímos de SSA e tinha escala em REC e JPS, em Recife entrou um casal e o alguém vinha ocupando o assento dele e foi aquela resenha, eu e minhas irmãs, menores desacompanhados, veio a comissária e me perguntou se eu não queria ir no cockpit até Natal, aceitei, mas nessa época eu não era tão ligado como hoje, é e quando adentrei, fiquei impressionado com tanta coisa pra dar conta, era um 727-100 da Varig e hoje lendo essa abordagem sobre o assunto, digo que, até pra quem é aspirante ao cargo de co-piloto e comandante, que já voa, não é tão simples assim! Noção, nos adquirimos, entendemos, mas sem nunca ter sentindo a máquina na mão, não sei se seria assim tão fácil! Interessante o tema aboradado.

_________________
Rodrigo Nogueira Braga
I5 4590/ 16gb RAM Corsair Vengeance 2X8Gb 1600mhz/ GTX 970 ZOTAC /Z97M -plus/br/ Yoke com Throttle Saitek/ Pedal Saitek/ Throttle Saitek/ Gabinete HAF932-Mouse mamba/ W10 64bits/ MCP/Multi-radio/USB Interface/Manche Saitek Cyborg V1
avatar
rodrigo mago
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 27/01/2010
Mensagens : 4707
Reputação : 316
Idade : 48
Simulador preferido : Prepar 3D
Emprego/lazer : comerciante
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Ricardo Gonçalves em Qua 02 Ago 2017, 16:26

Interessante discussão, que tenho certeza, desmistificará muito o assunto entre o real e o virtual.
Como o amigo Francisco Reis, uso o FS deste o 95, sempre como hobby e uma diversão após um dia de trabalho. E também ainda não abandonei o sonho de poder tirar meu curso de PP.
Em minha profissão hoje em dia fazemos uso de simulação virtual para treinamento e aperfeiçoamento em situações de risco, sempre para verificar a reação do agente frente a uma condição adversa, mas que tira do indivíduo a sensação emocional que o momento apresenta.
Ou seja, no simulador poderemos entender e até tornar automática a reação diante do perigo, mas nunca teremos a reação química que o organismo produz diante da realidade. E isso muda radicalmente o reflexo do indivíduo. Cada organismo reage de forma diferente. Na vida real não podemos desligar um botão ou por em pause para se discutir o assunto.
Na minha experiência simulação ajuda muito no que se refere a reflexos de resposta é ações automáticas, mas não prepara o agente para a situação real.
Creio que em se tratando de simulação de voo, não seja tão diferente.

_________________
i7 4770 3.9GHz Turbo - Win 10 Pro 64 bits - 8GB Dual Channel DDR3 1600MHz - 1TB HD - NVidia GTX 645 1GB DDR5 128-bit - Fonte Cooler Master GX 650W

avatar
Ricardo Gonçalves
Coronel
Coronel

Masculino
Inscrito em : 21/01/2012
Mensagens : 1415
Reputação : 184
Idade : 57
Simulador preferido : P3D v4.1
Emprego/lazer : Empresário
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por matheus_vallim em Qua 02 Ago 2017, 16:33

rodrigo mago escreveu:Acho que todos aqui são unânimes em uma coisa: quando alguém sabe que você tem um simulador de vôo em casa, perguntam logo se você saberia assumir um avião no caso de uma emergência! Escuto isso sempre e digo que não. Já voei várias vezes e nunca tive a oportunidade de sentir na mão uma aeronave. Tenho simulador desde 2007 e logo vi que a conversa não era assim. Primeiro veio a percepção que vivemos uma experiência áudio-visual, a limitação da visão lateral, que melhora com um trackir. Não sentimos as forças que um piloto real sente no manche, a velha colada no banco, pra mim a melhor parte do vôo, rsrsrsrs, enfim, muito a detalhes. Uma vez em 1986, na era plano cruzado, eu morava em Feira de Santana e vim passar as férias em Natal, onde resido atualmente, e nessa época,  existiam muitos problemas de vender 2 passagens pra o mesmo assento e o vôo lotado. Saímos de SSA e tinha escala em REC e JPS, em  Recife entrou um casal e o alguém vinha ocupando o assento dele e foi aquela resenha, eu e minhas irmãs, menores desacompanhados, veio a comissária e me perguntou se eu não queria ir no cockpit até Natal, aceitei, mas nessa época eu não era tão ligado como hoje, é e quando adentrei, fiquei impressionado com tanta coisa pra dar conta, era um 727-100 da Varig e hoje lendo essa abordagem sobre o assunto, digo que, até pra quem é aspirante ao cargo de co-piloto e comandante, que já voa,  não é tão simples assim! Noção, nos adquirimos, entendemos, mas sem nunca ter sentindo a máquina na mão,  não sei se seria assim tão fácil! Interessante o tema aboradado.

Interessante análise! A questão pra mim não é ser fácil ou não. O simulador dá uma grande base para voar, pois aprendemos procedimentos e interpretar os parâmetros e configurações. Poucos sabem o que são nós, pés, VOR, ADF, Climb Indicator, estol etc. Nós temos uma base muito boa para isso.

Acredito que o simulador ajuda muito o aprendizado, dá uma boa bagagem ao aspirante a piloto (civil ou militar). Quando tinha 13 anos, voei pela primeira vez num avião (a turismo com a familia). Chegando em São Paulo (escuro, de noite), antes de descer (36 mil ft), olhei pela janela, associei as luzes, os desenhos das cidades e indaguei para a aeromoça: sra, ao lado eu acho que é Mogi Mirim. De repente, o Cmte. fala no audio: "Sras e Srs passageiros de Mogi Mirim, ao lado vocês podem ver sua cidade".

Não sou piloto, pretendo um dia tirar meu brevê, mas acredito que nossa bagagem é alta.

Claro, voar é diferente, o feeling é diferente, isso com certeea. Mas que o simulador ajuda, ajuda.

Um abraço,

_________________
Matheus Vallim
Projeto "Academia da Força Aérea" Simulator

matheus_vallim
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 09/04/2011
Mensagens : 241
Reputação : 20
Idade : 26
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por João Pedro em Qua 02 Ago 2017, 17:19

Você nem precisa ser piloto para perceber que a física do voo real e do voo simulado são extremamente diferentes. Basta sentar na cadeira do avião real e prestar atenção nos movimentos do simulador.

O Sales e o Enderson - ambos pilotos - lá do Canal Piloto disseram uma vez: o simulador é ótimo para treinar procedimentos: interceptar radial, fazer um VOR na unha e outras coisas do voo IFR e nada além. Mesmo treinamentos de glissada, stall e outros devem ser tomados com uma colher de chá.

Uma coisa que aprendi na faculdade é que as simulações sempre tomam o caminho mais simplista. A ideia é simplificar para se ter uma ideia do que seja o fenômeno a ser estudado, não passar uma realidade máxima - até porque isso é impossível, mesmo com o maior poderio computacional.

Vez ou outra eu vejo o pessoal falando o que o Rodrigo comentou, que assumiria o avião se os pilotos sumissem e etc.. Geralmente é o pessoal que está iniciando no hobby, que fala essas coisas mas no final não sabem nem explicar porque que o avião voa. Sorte que eles mudam depois, haha.

Os custos do curso de piloto são caros para os alunos e para quem presta os serviços. Podem ter certeza que se a simulação representasse a realidade fielmente, num futuro muito próximo estaríamos discutindo a necessidade do treinamento em voo. Sorte a nossa que esse nível ainda está muito distante.

_________________
João Pedro Duarte
Meu trabalho é descobrir como tudo funciona.
Conheça o Mach, ferramenta para planejamento online de voo totalmente gratuita: http://jpedroh.com/mach
avatar
João Pedro
Brigadeiro
Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 30/11/2011
Mensagens : 2703
Reputação : 218
Idade : 17
Simulador preferido : P3D
Emprego/lazer : Estudante
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por rodrigo mago em Qua 02 Ago 2017, 19:15

matheus_vallim escreveu:
rodrigo mago escreveu:Acho que todos aqui são unânimes em uma coisa: quando alguém sabe que você tem um simulador de vôo em casa, perguntam logo se você saberia assumir um avião no caso de uma emergência! Escuto isso sempre e digo que não. Já voei várias vezes e nunca tive a oportunidade de sentir na mão uma aeronave. Tenho simulador desde 2007 e logo vi que a conversa não era assim. Primeiro veio a percepção que vivemos uma experiência áudio-visual, a limitação da visão lateral, que melhora com um trackir. Não sentimos as forças que um piloto real sente no manche, a velha colada no banco, pra mim a melhor parte do vôo, rsrsrsrs, enfim, muito a detalhes. Uma vez em 1986, na era plano cruzado, eu morava em Feira de Santana e vim passar as férias em Natal, onde resido atualmente, e nessa época,  existiam muitos problemas de vender 2 passagens pra o mesmo assento e o vôo lotado. Saímos de SSA e tinha escala em REC e JPS, em  Recife entrou um casal e o alguém vinha ocupando o assento dele e foi aquela resenha, eu e minhas irmãs, menores desacompanhados, veio a comissária e me perguntou se eu não queria ir no cockpit até Natal, aceitei, mas nessa época eu não era tão ligado como hoje, é e quando adentrei, fiquei impressionado com tanta coisa pra dar conta, era um 727-100 da Varig e hoje lendo essa abordagem sobre o assunto, digo que, até pra quem é aspirante ao cargo de co-piloto e comandante, que já voa,  não é tão simples assim! Noção, nos adquirimos, entendemos, mas sem nunca ter sentindo a máquina na mão,  não sei se seria assim tão fácil! Interessante o tema aboradado.

Interessante análise! A questão pra mim não é ser fácil ou não. O simulador dá uma grande base para voar, pois aprendemos procedimentos e interpretar os parâmetros e configurações. Poucos sabem o que são nós, pés, VOR, ADF, Climb Indicator, estol etc. Nós temos uma base muito boa para isso.

Acredito que o simulador ajuda muito o aprendizado, dá uma boa bagagem ao aspirante a piloto (civil ou militar). Quando tinha 13 anos, voei pela primeira vez num avião (a turismo com a familia). Chegando em São Paulo (escuro, de noite), antes de descer (36 mil ft), olhei pela janela, associei as luzes, os desenhos das cidades e indaguei para a aeromoça: sra, ao lado eu acho que é Mogi Mirim. De repente, o Cmte. fala no audio: "Sras e Srs passageiros de Mogi Mirim, ao lado vocês podem ver sua cidade".

Não sou piloto, pretendo um dia tirar meu brevê, mas acredito que nossa bagagem é alta.

Claro, voar é diferente, o feeling é diferente, isso com certeea. Mas que o simulador ajuda, ajuda.

Um abraço,
Isso, com certeza nós dá uma excelente base e noção das coisas. Eu quis relatar mais o lance de que nós simulamos em casa e quando nos deparamos com a realidade de um cockpit ciclo de verdade, aí é diferente! Com relação à treinamento pra fazer os procedimentos, é muito útil! Tenho amigos que são pilotos real e curtem a simulação, parece nós que não temos aquele dia a dia dos sonhos em um cockpit! Tenho a simulação como uma terapia, as vezes passo dias sem voar, só inventando moda, fazendo ou mexendo em cenários e depois de tudo, aparece um vídeo que da aquela instiga pra voar. Não tenho pretensões de ser piloto, me dou por satisfeito se tiver um amigo que me chame pra fazer um voozinho pra apreciar a paisagem, rsrsrsrs! Hoje, tudo que possa agregar conhecimentos na aviação, eu estou lendo! Faço meus vôos off-line e adoro chegar num local e ver que é bem proximo ao que vemos quando voamos na realidade.
Se um dia tivermos um yoke/manche e pedal com force feed-back, quem sabe não teremos um pouco mais de imersão do que temos hoje!
E vamos conversando, tá excelente o tópico thumbsup

_________________
Rodrigo Nogueira Braga
I5 4590/ 16gb RAM Corsair Vengeance 2X8Gb 1600mhz/ GTX 970 ZOTAC /Z97M -plus/br/ Yoke com Throttle Saitek/ Pedal Saitek/ Throttle Saitek/ Gabinete HAF932-Mouse mamba/ W10 64bits/ MCP/Multi-radio/USB Interface/Manche Saitek Cyborg V1
avatar
rodrigo mago
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 27/01/2010
Mensagens : 4707
Reputação : 316
Idade : 48
Simulador preferido : Prepar 3D
Emprego/lazer : comerciante
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por matheus_vallim em Qua 02 Ago 2017, 20:42

rodrigo mago escreveu:
matheus_vallim escreveu:

Interessante análise! A questão pra mim não é ser fácil ou não. O simulador dá uma grande base para voar, pois aprendemos procedimentos e interpretar os parâmetros e configurações. Poucos sabem o que são nós, pés, VOR, ADF, Climb Indicator, estol etc. Nós temos uma base muito boa para isso.

Acredito que o simulador ajuda muito o aprendizado, dá uma boa bagagem ao aspirante a piloto (civil ou militar). Quando tinha 13 anos, voei pela primeira vez num avião (a turismo com a familia). Chegando em São Paulo (escuro, de noite), antes de descer (36 mil ft), olhei pela janela, associei as luzes, os desenhos das cidades e indaguei para a aeromoça: sra, ao lado eu acho que é Mogi Mirim. De repente, o Cmte. fala no audio: "Sras e Srs passageiros de Mogi Mirim, ao lado vocês podem ver sua cidade".

Não sou piloto, pretendo um dia tirar meu brevê, mas acredito que nossa bagagem é alta.

Claro, voar é diferente, o feeling é diferente, isso com certeea. Mas que o simulador ajuda, ajuda.

Um abraço,
Isso, com certeza nós dá uma excelente base e noção das coisas. Eu quis relatar mais o lance de que nós simulamos em casa e quando nos deparamos com a realidade de um cockpit ciclo de verdade, aí é  diferente! Com relação à treinamento pra fazer os procedimentos, é  muito útil! Tenho amigos que são pilotos real e curtem a simulação, parece nós que não temos aquele dia a dia dos sonhos em um cockpit! Tenho a simulação como uma terapia, as vezes passo dias sem voar, só inventando moda, fazendo ou mexendo em cenários e depois de tudo, aparece um vídeo que da aquela instiga pra voar. Não tenho pretensões de ser piloto, me dou por satisfeito se tiver um amigo que me chame pra fazer um voozinho pra apreciar a paisagem, rsrsrsrs! Hoje, tudo que possa agregar conhecimentos na aviação, eu estou lendo! Faço meus vôos off-line e adoro chegar num local e ver que é bem proximo ao que vemos quando voamos na realidade.
Se um dia tivermos um yoke/manche e pedal com force feed-back,  quem sabe não teremos um pouco mais de imersão do que temos hoje!
E vamos conversando, tá  excelente o tópico thumbsup

Já que tocou no assunto de force feedback...

http://vs4.irisdynamics.com/

https://www.flightillusion.com/?option=com_virtuemart&view=productdetails&virtuemart_product_id=193&virtuemart_category_id=12

Existe, mas... $$$ (alias nem eu sabia que existia pedal com force feedback).

_________________
Matheus Vallim
Projeto "Academia da Força Aérea" Simulator

matheus_vallim
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 09/04/2011
Mensagens : 241
Reputação : 20
Idade : 26
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por rodrigo mago em Qua 02 Ago 2017, 20:47

Eu não sabia nem de um e nem do outro, rrsrsrrs!
Se não fosse caro, seria um sonho!

_________________
Rodrigo Nogueira Braga
I5 4590/ 16gb RAM Corsair Vengeance 2X8Gb 1600mhz/ GTX 970 ZOTAC /Z97M -plus/br/ Yoke com Throttle Saitek/ Pedal Saitek/ Throttle Saitek/ Gabinete HAF932-Mouse mamba/ W10 64bits/ MCP/Multi-radio/USB Interface/Manche Saitek Cyborg V1
avatar
rodrigo mago
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 27/01/2010
Mensagens : 4707
Reputação : 316
Idade : 48
Simulador preferido : Prepar 3D
Emprego/lazer : comerciante
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Francisco Reis em Qua 02 Ago 2017, 20:55

Pois é, Ricardo Gonçalves, se não me falha a memória, tenho o FS desde a versão de 1993 (5.0). E não posso negar meu entusiasmo a cada lançamento. Na verdade, já era uma paixão tão grande, que guardo na memória cada capa dos manuais e softwere, em vista da ansiedade que provocavam os lançamentos e consequente chegada no Brasil.
Contudo, a vida atribulada, não me permitia um maior aprofundamento nas técnicas de voo. Só depois de alguns anos, a dedicação a simulação cresceu, e então faço justiça, agradecendo a ajuda dada por membros desse importante fórum, a exemplo do Rodrigo Mago, que mesmo à distância (Natal), tem me ajudado com importantes orientações, sempre tão necessárias ao meu crescimento no hobby.

Mas voltando ao tema, mesmo sabendo que há uma distância - talvez significante - entre o virtual e o real, o fato que nada me é tão gratificante (como lazer) do que sentar na minha imaginária cabine de avião e fugir desse meu mundo real. E me vejo de fato numa preparação para o voo planejado, e olho atentamente o tempo, e procuro sentir a direção do vento, e antes de ligar os motores, me demoro numa análise delicada do aeroporto ou aeródromo do qual partirei rumo ao céu que escolhi para voar.
Lá em cima - apesar de sempre preso a necessidade de pousar - não tenho pressa e me vejo curtindo a bela paisagem que o voo visual me proporciona. Mas sempre atento aos instrumentos, quero, de fato me imaginar bem alto, próximo ao mundo dos pássaros, e rezar para que o voo não apresente intercorrências. E é exatamente assim que o tempo "voa", e num piscar de olhos vejo se aproximar a cabeceira da pista que imaginei tocar após aqueles minutos de diversão. E logo a minha máquina voadora - mesmo que fruto da ilusão criada pela computação - toca a pista ainda veloz e cansada, e eu me regozijo por ter trazido na unha o meu brinquedo alado e indócil.
Portanto, comandantes, há quem diga que tudo é uma ilusão. E que há um grande abismo entre o real e o imaginário. Mas, confesso, amigos, que quando estou simulando ninguém, ninguém mesmo, será capaz de me convencer de que tudo é uma grande mentira...
Ah! E se eu sou capaz de pilotar uma aeronave de verdade??? Não importa, e Deus haverá de nunca nos fazer descobrir. kkkkk
avatar
Francisco Reis
Major
Major

Masculino
Inscrito em : 14/05/2013
Mensagens : 325
Reputação : 15
Idade : 56
Simulador preferido : PREPAR3D
Emprego/lazer : advogado/Prepar3D
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por eduardoamll em Qui 03 Ago 2017, 17:19

Eu comecei a usar simuladores em 2007 (10 anos nessa cachaça lol). Na época ainda não tinha viajado de avião na vida, então foi interessante porque fui fuçando no FS9 que comecei a descobrir como funcionavam as coisa no painel por exemplo: marcadores de altitude, velocidade, horizonte artificial, além de ver como o avião se comportava com os comandos do manche/Joystick.
Eu imagino que para alguém que vai começar um curso de piloto, os simuladores domésticos dão uma base muito boa para conhecer os procedimentos iniciais.
Mas é obvio que o cara de milhares de horas no FS tem que ter a humildade de reconhecer que em uma pilotagem com avião real as coisas são diferentes. É o mesmo que alguém com muitas horas de Eurotruck Simulator achar que sabe tudo sobre dirigir uma Scania com 40T nas costas pelas rodovias.
avatar
eduardoamll
Coronel
Coronel

Masculino
Inscrito em : 21/07/2011
Mensagens : 1427
Reputação : 248
Idade : 27
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Engenheiro Civil
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por VSP4264 em Qui 03 Ago 2017, 17:44

Com 16 anos em ambos os negócios (FS e aviação, rs)... vale recordar que muita gente da VBA e PSTAir, famosas Virtual Airlines ao redor de 2000 estão hoje por aí na GOL, TAM, Emirates...

No meu caso, eu tive uma experiência de sentir em voo um avião pequeno que existe um modelo muito bem feito pro FSX, mas quando eu tive ele na mão, era FS2002 a moda, o FSqualquerum jamais refletira a docilidade de comando, o peso que é segurar o manche!

Porém, eu tive uma experiência tripla em um equipamento, eu voei muito Flight 1 ATR72 e isso me ajudou muito a entender o ATR real quando trabalhei como técnico nele, tanto que eu não tinha dificuldade de entender os sistemas durante o curso do avião... depois eu fui pro simulador real do ATR72 fazer curso de run-up and taxi, e aí digo que o efeito mental do cenário girando em um simulador real, pelo para mim é bem incomodo a vista e mesmo o simulador real tendo os pesos do avião real (fricção de manete, força que você tem que por em um pedal), a hora que você senta no avião real e sua mão segura o steering e você sabe que está com 23 milhões de dolares na sua mão, o peso é grande!

FS2004 e FSX me ajudaram muito em entender o ATR, taxiar ATR real é bem diferente da dinâmica do Flight1 (isso o Majestic Q400 é insuperável... muito melhor), mas eu quando vi um ATR a primeira vez, era como um velho conhecido graças ao Flight1, em termos de localização de instrumentos e afins. Falando em taxi, por eu ter voado IVAO, e por ser muito atento em fonia quando voava em jump, eu notava que eu tinha uma fonia melhor do que meus colegas que apenas foram ensinados a taxiar, sem terem "milhares de horas de voo" em simulador.

Agora, eu fechei uma matéria no aeroclube quando fiz o curso de mecânico em sistema de combustível, graças a um baita painel de 737-200 que havia para FS98!

Ou seja o FS te ajuda em antecipar conhecimento e te deixa mais prático no raciocínio... agora o feeling físico, jamais será comparável... eu devo ter ao redor de 150 voos em jumpseat entre ATR42/72, Embraer 120/175, Fokker 50, Boeing 737 Classic e NG e Airbus A320... como usuário de FS o entendimento é bem lógico e existem coisas que não posso contar aqui é claro rs... mas pelo conhecimento de FS já me meti em voo alheio... pois não se espantem, tem gente voando por aí sabendo empurrar só manete e o FMC se torna um belo monstrinho do lago!

* Um adendo, trabalhei muito com Embraer 175... e a baixa qualidade da sua representação payware é bizonha...

São meus 0,50 centavos em relação ao tema!


Última edição por VSP4264 em Qui 03 Ago 2017, 19:10, editado 1 vez(es) (Razão : Falar que a feelthere/wilco é muito ruim de Embraer)

_________________
Alexandre "VSP4264" Alves - BHZ - MG
avatar
VSP4264
Coronel
Coronel

Masculino
Inscrito em : 17/02/2011
Mensagens : 1964
Reputação : 195
Idade : 35
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por matheus_vallim em Qui 03 Ago 2017, 20:42

VSP4264 escreveu:Com 16 anos em ambos os negócios (FS e aviação, rs)... vale recordar que muita gente da VBA e PSTAir, famosas Virtual Airlines ao redor de 2000 estão hoje por aí na GOL, TAM, Emirates...

No meu caso, eu tive uma experiência de sentir em voo um avião pequeno que existe um modelo muito bem feito pro FSX, mas quando eu tive ele na mão, era FS2002 a moda, o FSqualquerum jamais refletira a docilidade de comando, o peso que é segurar o manche!

Porém, eu tive uma experiência tripla em um equipamento, eu voei muito Flight 1 ATR72 e isso me ajudou muito a entender o ATR real quando trabalhei como técnico nele, tanto que eu não tinha dificuldade de entender os sistemas durante o curso do avião... depois eu fui pro simulador real do ATR72 fazer curso de run-up and taxi, e aí digo que o efeito mental do cenário girando em um simulador real, pelo para mim é bem incomodo a vista e mesmo o simulador real tendo os pesos do avião real (fricção de manete, força que você tem que por em um pedal), a hora que você senta no avião real e sua mão segura o steering e você sabe que está com 23 milhões de dolares na sua mão, o peso é grande!

FS2004 e FSX me ajudaram muito em entender o ATR, taxiar ATR real é bem diferente da dinâmica do Flight1 (isso o Majestic Q400 é insuperável... muito melhor), mas eu quando vi um ATR a primeira vez, era como um velho conhecido graças ao Flight1, em termos de localização de instrumentos e afins. Falando em taxi, por eu ter voado IVAO, e por ser muito atento em fonia quando voava em jump, eu notava que eu tinha uma fonia melhor do que meus colegas que apenas foram ensinados a taxiar, sem terem "milhares de horas de voo" em simulador.

Agora, eu fechei uma matéria no aeroclube quando fiz o curso de mecânico em sistema de combustível, graças a um baita painel de 737-200 que havia para FS98!

Ou seja o FS te ajuda em antecipar conhecimento e te deixa mais prático no raciocínio... agora o feeling físico, jamais será comparável... eu devo ter ao redor de 150 voos em jumpseat entre ATR42/72, Embraer 120/175, Fokker 50, Boeing 737 Classic e NG e Airbus A320... como usuário de FS o entendimento é bem lógico e existem coisas que não posso contar aqui é claro rs... mas pelo conhecimento de FS já me meti em voo alheio... pois não se espantem, tem gente voando por aí sabendo empurrar só manete e o FMC se torna um belo monstrinho do lago!

* Um adendo, trabalhei muito com Embraer 175... e a baixa qualidade da sua representação payware é bizonha...

São meus 0,50 centavos em relação ao tema!

Legal, Alexandre! Bom relato. Aquela pessoa aficionada pela aviação, que "voa" no simulador e se interessa oelo assunto tem uma imersão muito boa no real. Já conversei com cadetes da FAB e me disseram que a simulador os ajudaram de uma forma absurda no curso. Uma coisa que notei ao entrar no cockpit do T-25 é o peso do manche. Até porque nossos joysticks são em geral a base de plástico no acabamento. Sem contar as forças durante o vôo. Por isso meu sonho é o Thrustmaster Warthog, todo feito de metal e pesado (cerca de 6 kg). Só faltou um force feedback. Outro ponto interessante do T-25 é a fricção dos manetes de potência e o comportamento dos pedais (uma coisa que eu acho horrível são os da saitek). Pelo que já conversei com pilotos, é possível chegar a um certo nível de realidade, mas isso envolve $$. Logicamente, as forças e física são difíceis de representar, mas sem dúvida o que mais pesa deve ser a Memória Muscular e a Reação Química do corpo (estresse, nervosismo etc).

_________________
Matheus Vallim
Projeto "Academia da Força Aérea" Simulator

matheus_vallim
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 09/04/2011
Mensagens : 241
Reputação : 20
Idade : 26
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por João Pedro em Qui 03 Ago 2017, 22:08

Legais as colocações, Alexandre.

Sobre os E-jets... Realmente bem triste essa situação. Quem sabe um dia teremos um add-on ao nível PMDG com essa máquina.

_________________
João Pedro Duarte
Meu trabalho é descobrir como tudo funciona.
Conheça o Mach, ferramenta para planejamento online de voo totalmente gratuita: http://jpedroh.com/mach
avatar
João Pedro
Brigadeiro
Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 30/11/2011
Mensagens : 2703
Reputação : 218
Idade : 17
Simulador preferido : P3D
Emprego/lazer : Estudante
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Gouvêa em Sex 04 Ago 2017, 11:26

Excelente tópico num excelente fórum, é um prazer participar do VV. Muita coisa bacana já foi dita aqui!

Permitam-me acrescentar meu ponto de vista a partir da minha experiência na formação real de piloto: comecei no FS em 2007 também, antes de voar de verdade. Fui descobrindo como um avião "funcionava" da maneira errada: "pilotando" os 737 kkk. Com o tempo percebi que precisava aprender o básico primeiro e assim o fiz nas lições do próprio FS2004 e com material de estudos na internet e na IVAO.
Com isso, quando eu iniciei o meu PP, já no voo de adaptação (C152) o instrutor me perguntou se eu já tinha pilotado antes, eu disse que não e ele insistia em me perguntar a mesma coisa. Não porque eu era bom, mas porque eu sabia como fazer uma curva (cabrar um pouco pra não perder altitude), entendia o que era compensar o avião, etc... Quando comecei o simulador IFR, também não tive muitas dificuldades, pois já estudava e praticava NDB, VOR no simulador caseiro há muito tempo. No Jet Trainning, a mesma coisa, já conseguia dominar a navegação e o gerenciamento do autopilot tranquilamente, enquanto outros alunos, que já eram pilotos, instrutores, apanhavam pra máquina.
Mais uma vez, por que sou bom e especial? Não! Mas porque já treinava seriamente nos PMDG da vida há um bom tempo e entendia tudo que tava acontecendo e como as coisas funcionavam. Agora o outro lado da moeda: com certeza, alguém que saia do FS e pegue um Sêneca, um C172, que seja (imagina um 737!), provavalmente se mataria no primeiro pouso, porque o voo em si é muito diferente.
O que é mais fácil na realidade, como já foi dito, é que você tem suas mãos livres pra mexer no painel enquanto olha pra o lado, etc, e também é mais fácil saber o que deve fazer porque o seu corpo sentindo o que tá acontecendo.
Em resumo, acho que o simulador é ótimo pra treinar voo IFR, fluxo de cabine e pra se familiarizar com a aeronave e procedimentos, a parte prática não tem como ser substituída.

Mas, é um hobby magnífico, como bem descrito nas palavras do Francisco! A paixão por aviação não se resume só aos que estão envolvidos com ela na prática, mas também por todos que estudam e se dedicam de alguma forma à ela.
Desculpe se me estendi demais  Blah  kkk

_________________

Asus Z97M-Plus / I7 4790K 4.8Ghz / Corsair H55 / 12GB Kingston Hyper X / GTX 970 Gigabyte
"Não há duvidas de que o motor é o coração do avião, mas o piloto é a alma que o governa".
Francis Gary Powers
avatar
Gouvêa
Capitão
Capitão

Masculino
Inscrito em : 06/07/2014
Mensagens : 194
Reputação : 1
Idade : 27
Simulador preferido : P3D v4
Emprego/lazer : PC
Nacionalidade : Brasil

https://www.youtube.com/c/ElnataGouveaPilot

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Francisco Reis em Sex 04 Ago 2017, 12:21

Não se estendeu não, Gouvêa, e parabéns pelo belo relato, e por ter tornado realidade esse sonho que é de muitos desse fórum. Bons voos!
Quero registrar, por igual, que foi elogiável a iniciativa do Matheus, que com sua boa provocação trouxe para o Voo Virtual tantos valorosos depoimentos e experiências.
avatar
Francisco Reis
Major
Major

Masculino
Inscrito em : 14/05/2013
Mensagens : 325
Reputação : 15
Idade : 56
Simulador preferido : PREPAR3D
Emprego/lazer : advogado/Prepar3D
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por dan_flying em Sex 04 Ago 2017, 12:41

Olá pessoal, falo pouco aqui no fórum mas sou leitor assíduo.

Sou PC/IFR em instrução real e o que posso acrescentar é que se não fosse o simulador na minha vida, não teria chego onde cheguei com tamanha proficiência. Pra mim, a unica diferença é a sensibilidade dos comandos (no avião real geralmente os comandos são pouca coisa mais pesados) e as sensações físicas (como força G)...

Do restante, tudo igual. Quando me perguntam se alguém que é fera no simulador, porém nunca voou real conseguiria fazer alguma coisa, eu diria que sim, mas decolar em segurança, voar em segurança e principalmente pousar em segurança, jamais... o fator humano, tensão, nervoso, sensações físicas e meteorologia real não se tem como "criar" ou "recriar" no simulador. Abraços a todos!

_________________
Valeu!!!

Se inscreva no meu canal do YouTube >>> Daniel César
avatar
dan_flying
Primeiro-Tenente
Primeiro-Tenente

Masculino
Inscrito em : 05/04/2011
Mensagens : 64
Reputação : 8
Idade : 30
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Motorista
Nacionalidade : Brasil

https://www.youtube.com/user/CmteDaniel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simulação x Vôo Real

Mensagem por Edenio Rodrigues em Sex 04 Ago 2017, 13:04

Concordo com as opiniões de todos.  thumbsup
Entretanto, acho que aprender a voar no simulador com seriedade, seja muito mais difícil do que aprender a voar no real.  scratch
Isso porque não dispomos de um instrutor presente, ensinando passo a passo e eliminando as duvidas.
E também porque,  se no momento crucial do pouso, qualquer avião real, se comportasse como no simulador, haveria muitos desastres. scratch
Pelo contrario, podemos verificar pelos videos no youtube, que até os pousos nos garimpos, com pista irregular, são bem sucedidos.  thumbsup
Obrigado Matheus,  Smile  abraços

_________________

Voar, triunfo da evolução
Stargate -  http://usbi.com.br/
avatar
Edenio Rodrigues
Tenente-Brigadeiro
Tenente-Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 07/12/2010
Mensagens : 4290
Reputação : 441
Idade : 74
Simulador preferido : FS2004
Emprego/lazer : Simulação, energia solar, hidroponia
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum