Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] Aeronáutica vai investigar pouso forçado de aeronave na Grande BH

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] Aeronáutica vai investigar pouso forçado de aeronave na Grande BH

Mensagem por Amilckar em Seg 19 Set 2016, 08:38

Aeronáutica vai investigar pouso forçado de aeronave na Grande BH

O helicóptero, que é de uma escola de voo, foi parar em uma fazenda.
A instrutora de voo está internada no Hospital de Pronto Socorro João XXIII.


Ilustrativo


O Centro de Investigação e Prevenção de Acidente Aeronáuticos da Aeronáutica vai apurar o pouso forçado de um helicóptero ocorrido na noite desta sexta-feira (16) em Contagem, na Região metropolitana de Belo Horizonte.

A aeronave é da EFAI - Escola de Aviação Civil. Ela foi parar de cabeça para baixo no pomar de uma fazenda. O local fica perto da casa onde vive a família que cuida da propriedade. O voo fazia parte de um curso de formação de piloto comercial.

“Eu ouvi barulho de hélices cortando galhos de árvores e um estrondo muito forte. um cheiro muito forte de combustível”, disse a operadora de caixa Elaine Pereira de Sá.

A bordo da aeronave estavam a instrutora Fernanda Polesca, de 28 anos, que foi socorrida de helicóptero pela Polícia Militar, e o aluno Pedro Moraes, de 29 anos, que sofreu ferimentos leves no pescoço. Ela foi levada para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte. O estado de saúde dela é estável.

Pedro havia se matriculado no curso há cerca de um ano e faltavam apenas 10 horas de voo para ele se formar.

De acordo com o dono da escola de aviação, João Bosco Ferreira, o aluno tinha acabado de decolar o helicóptero, com a supervisão da instrutora quando houve um problema que ainda não foi identificado, e ela assumiu o comando. Segundo ele, a aeronave francesa, modelo cabri, tinha poucas horas de voo.

“É o primeiro helicóptero desse modelo no Brasil, um helicóptero super novo, com 60 horas de voo. Esse helicóptero incorpora uma série de outras inovações. Tem aí, em relação ao concorrente mais próximo, pelo menos 30 anos de tecnologia inovadora aplicadas sobre ele e graças a isso o pessoal saiu ileso”, explicou.

O local foi isolado pela polícia militar.

“A princípio a causa depende de investigação”, disse o delegado da Polícia Civil, Eduardo Roberto de Souza.

Fonte: G1

_________________
Carlos Amilckar

Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 10849
Reputação : 494
Idade : 51
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum