Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] Interditados postos que abastecem aviões no Aeroporto Hercílio Luz

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] Interditados postos que abastecem aviões no Aeroporto Hercílio Luz

Mensagem por Amilckar em Sab 13 Ago 2016, 09:31

Interditados postos que abastecem aviões no Aeroporto Hercílio Luz

Auditoria do Ministério do Trabalho viu risco de incêndio e explosão.
Um deles reabriu nesta sexta-feira (12) por conta de uma liminar.



O Ministério do Trabalho interditou dois postos que abastecem os aviões no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis. Um deles conseguiu reabrir por liminar, e o outro foi fechado nesta sexta-feira (12). Como mostrou o RBS Notícias, fiscais encontraram risco de incêndio e explosão.

"Eles são na verdade uma imensa panela de pressão", diz Lilian Carlota Resende, auditora-fiscal do Ministério do Trabalho. "Aquilo pode explodir, e a gente tá falando em combustível, altamente inflamável e numa área do lado do aeroporto". Cerca de 10 mil passageiros passam pelo aeroporto, em média, todos os dias.

Relatório
No relatório a que o RBS Notícias teve acesso, os auditores apontam que não existe sistema de proteção contra descargas elétricas, o que pode causar incêndio e explosão.

O alarme não tem bateria, estava sem condições de funcionamento. Os quadros elétricos que acionam os motores das máquinas estavam com partes expostas, o que pode causar acidentes graves por choque elétrico


Relatório apontou alarme desativado
(Foto: Reprodução)

Ainda segundo os auditores, alguns trabalhadores não têm curso de capacitação para atuar no local. Também foi constatada a ausência de um plano de resposta para emergências.

O posto da empresa Shell foi o primeiro interditado, na segunda-feira (8). Nesta sexta, os fiscais também lacraram as bombas da BR Petrobras. O posto da Petrobras que funciona dentro da base militar, e que abastece os aviões da Aeronáutica, também foi fechado.

Abastecimento foi mantido
O aeroporto Hercílio Luz só não ficou sem combustível porque a Shell conseguiu uma liminar na Justiça. A empresa voltou a operar nesta sexta, antes de resolver os problemas apontados no relatório, conforme a reportagem da RBSTV.

Durante a tarde, a Shell passou a abastecer as aeronaves normalmente. Mas, segundo os auditores, o risco ainda existe. "Graves acidentes não dão aviso, não mandam notícia. Eles acontecem. E sempre deixam essa sensação: a gente podia ter evitado", diz Lilian.

A Petrobras Distribuidora informou à RBS TV que ainda não teve acesso ao termo de interdição, mas disse que não há qualquer risco operacional na instalação, que segue os padrões internacionais de segurança. Disse ainda que vai solicitar mais informações junto ao revendedor.

A Raízen, companhia distribuidora da Shell, informou que já esclareceu todos os apontamentos feitos pelo Ministério do Trabalho e que todos os seus pontos de abastecimento de aeronaves no país seguem rigorosos padrões trabalhistas e operacionais de segurança.

A Infraero informou que o Aeroporto Hercílio Luz não sofreu impacto nas operações.

Fonte: G1

_________________
Carlos Amilckar

Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 10848
Reputação : 494
Idade : 51
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum