Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] Barulho que assustou moradores da região foi causado por jato, diz USP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] Barulho que assustou moradores da região foi causado por jato, diz USP

Mensagem por Amilckar em Qua 25 Maio 2016, 15:30

Barulho que assustou moradores da região foi causado por jato, diz USP

USP diz que estrondo foi por quebra na barreira do som causado por avião.
FAB fazia voo teste com jato supersônico na região na ocasião.

 
Modelo de caça que fazia voo de teste na região do Vale do Paraíba (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

O estrondo seguido de um tremor que assustou moradores de ao menos seis cidades da região na última terça-feira (17) é compatível com o ruído causado pela quebra da barreira do som por alguma aeronave em voo supersônico. A informação é do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP). A Força Aérea Brasileira (FAB) informou nesta terça-feira (24) que havia um voo de teste na região no dia e horário do incidente.
Segundo moradores, por volta das 14h30 foi ouvido um ruído em Guaratinguetá semelhante a uma explosão seguido de um tremor. Na sequência, moradores de Roseira, Guaratinguetá, Pindamonhangaba, Lorena e Potim relataram o mesmo evento. Nas redes postagens sobre a origem do barulho geraram boatos sobre explosões na Escola de Especialistas da Aeronáutica e em uma pedreira em Aparecida. Ambas foram descartadas.
De acordo com o Centro de Sismologia da USP, a estação mantida em Paraibuna registrou por volta das 14h48 um sinal compatível com quebra de barreira do som, resultado do voo de jatos supersônicos.
Por ser a única estação sismológica do Vale, o fato de o estrondo ter sido registrado em Paraibuna, não significa que ocorreu na cidade -a estação deve ter captado um reflexo dessa onda sonora propagada no ponto de impacto.

A reportagem do G1 apurou com a FAB que naquele dia, a partir das 13h30 um caça F-5 fazia sobrevoo pela região do Vale do Paraíba. A aeronave voa tanto em velocidades subsônicas quanto supersônicas.
Segundo o órgão, o caça havia passado por manutenção e fazia um voo de teste na região. Apesar da coincidência e do apontamento do Centro de Sismologia, a Força Aérea Brasileira não confirmou a relação entro estrondo e o voo teste.

Fonte: G1

_________________
Carlos Amilckar

Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 10849
Reputação : 494
Idade : 51
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum