Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Mensagem por Leber em Qua 12 Mar 2014, 21:48

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (12), por maioria de votos (cinco a dois), que a União deve indenizar a companhia aérea falida Varig pelo congelamento de tarifas durante o Plano Cruzado, entre 1980 e 1990. Para a maioria dos ministros, as medidas econômicas para conter a inflação prejudicaram a empresa, que foi à falência, causando prejuízos aos funcionários.

A decisão foi tomada pelo plenário na análise de um recurso da União contra decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que estabeleceu que a Varig tinha direito à indenização de R$ 2,3 bilhões (em valores de 2002, ainda não corrigidos).

O valor atualizado, segundo a União, é de R$ 3 bilhões, mas, segundo a Varig e ex-trabalhadores da empresa, a quantia corrigida pode superar os R$ 6 bilhões.
O dinheiro deve ser usado para o pagamento de dívidas trabalhistas individuais e com o fundo de previdência Aerus, que reúne ex-funcionários e aposentados pela Varig. A falência foi decretada em 2010.

Quando o processo no Supremo transitar em julgado (ainda cabem embargos de declaração para esclarecer a decisão), a Justiça Federal de Brasília deverá fazer os cálculos sobre a quantia atualizada. Depois, a Vara de Falências do caso Varig vai definir quem tem prioridade para recebimento dos valores.
Só sete dos 11 ministros do Supremo votaram sobre o tema. Cármen Lúcia, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Celso de Mello e Ricardo Lewandowski foram favoráveis à indenização à extinta companhia aérea. O presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, e Gilmar Mendes ficaram vencidos.
Três ministros se declararam impedidos, ou seja, não se consideraram isentos para julgar o caso: Dias Toffoli, que atuou como advogado-geral da União no caso, e Luiz Fux e Teori Zavascki, que já analisaram o tema quando atuavam como ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Fux foi favorável à decisão de indenizar a Varig e Teori, contrário. Além disso, o ministro Marco Aurélio Mello não compareceu à sessão desta quarta.

O caso está na Justiça há mais de 20 anos - em 1993, a Varig entrou com ação na Justiça do Distrito Federal para ser indenizada. Desde então, o processo passou pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região e pelo STJ - ambos reconheceram o direito da Varig.

O julgamento no STF começou em maio do ano passado, quando a relatora do recurso, ministra Cármen Lúcia, votou pela indenização à Varig. Na ocasião, o debate foi adiado por um pedido do ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo, para analisar melhor o caso.

A Varig alegou ao Supremo que "a diminuição do seu patrimônio líquido seria decorrente da política de congelamento tarifário vigente, no país, de outubro de 1985 até janeiro de 1992, instituída pelo denominado Plano Cruzado, do que adviria a responsabilidade da União pelos danos que a comprometeram."

A Advocacia Geral da União defendeu no STF que a União não poderia ser condenada "por exercer legitimamente uma de suas funções típicas, de regular o serviço público em prol de toda coletividade, de toda sociedade".

A Procuradoria Geral da República concordou que "toda coletividade sofreu prejuízos" com o Plano Cruzado e que a Varig não deveria ser indenizada.

A favor da indenização

Em maio do ano passado, a relatora Cármen Lúcia entendeu que, ao congelar as tarifas, o governo atuou de forma "imperativa" e prejudicou o direito de funcionários da Varig.

Ao falar novamente sobre o tema nesta quarta, a ministra destacou que, embora as medidas dos planos econômicos tenham sido lícitas, houve um prejuízo financeiro à Varig e isso deve ser reparado. Segundo Cármen Lúcia, como concessionária de serviço público, a Varig foi obrigada a cumprir o tabelamento de preços e acabou prejudicada. "Houve quebra do equilíbrio econômico-financeiro. Ônus de um lado e serviço a ser prestado de outro."

Os ministros Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski destacaram também que não caberia ao Supremo reavaliar provas já analisadas pelas instâncias inferiores.

"Entendo que o dano causado à Varig restou comprovado nos autos, em perícia, nas instâncias ordinárias, e no Supremo Tribunal Federal essa matéria não pode ser revista", ressaltou Lewandowski.

Magistrado com mais tempo de atuação na Corte, Celso de Mello, frisou que as medidas tomadas pela União foram responsáveis pela situação da Varig. "Houve de maneira explícita a ocorrência de responsabilidade civil da União quanto aos prejuízos sofridos pela Varig."

Contra a indenização

Ao votar nesta quarta, Joaquim Barbosa destacou que beneficiar a Varig seria "partilha de prejuízo de empresa privada por toda a coletividade".
"A ação foi protocolada muito antes da revelação do estado de penúria dos fundos dos aeronautas. Em uma época em que ia tudo muito bem para a Varig. A perspectiva de pagamento de indenização pleiteada na ação sobre a qual versa o recurso serviu como garantia contra a má gestão da companhia", destacou Barbosa.

O presidente do Supremo destacou que, no caso da Varig, a quebra da empresa parece ser fruto de má gestão. "Parece lícito especular que o que pode ter ocorrido foi a dificuldade em ajustar perfil da companhia com o crescimento das concorrentes sem que os gestores tenham conseguido manter os reflexos no custeio das operações internas."
Barbosa destacou que, caso a Varig fosse beneficiada, outras empresas também deveriam ser indenizadas por conta das medidas do governo federal para estancar a inflação. "Por que indenizar apenas uma companhia se todas as demais empresas brasileiras se submeteram aos efeitos dessa medida de natureza econômica?"

O ministro Gilmar Mendes concordou: "O boteco da esquina e a birosca da Maria fariam jus a um tipo de indenização em face do estado. Isso levaria à responsabilidade universal", ressaltou.

Fonte Globo.com

_________________


O que me incomoda nas pessoas não são as suas limitações, mas sim a atitude delas em relação a isso !...

Leber
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 16/01/2012
Mensagens : 3438
Reputação : 335
Idade : 32
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Voar, voar e voar !
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Mensagem por flavioSSA em Qua 12 Mar 2014, 22:25

O dinheiro deve ir todo para cobrir a massa falida da Varig. Portanto nem pensem em ver a Fenix ressurgir das cinzas e alçar voo novamente  hmmm 

_________________
Flavio - P3D v3.4.14 Pro/FSX SE - Win 10 Pro 64 - VV206
i74960X 4.5ghz - ASUS Rampage IV Black Ed. - Corsair H100i - 32gb  Ripjaws Z 2400mhz - EVGA GTX1080 SC - ASUS 27'' - TrackIR 5
MCP 737R 2015 Virtual Avionics - SSD 960Gb + 480Gb Hyper X 3K - Minhas imagens do FS

flavioSSA
Marechal-do-Ar
Marechal-do-Ar

Masculino
Inscrito em : 04/09/2009
Mensagens : 7628
Reputação : 754
Idade : 41
Simulador preferido : P3D v3.4, FSXSE
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Mensagem por Julio Giunti em Qui 13 Mar 2014, 07:54

flaviossa escreveu:O dinheiro deve ir todo para cobrir a massa falida da Varig. Portanto nem pensem em ver a Fenix ressurgir das cinzas e alçar voo novamente  hmmm 

Eu ia postar exatamente isto!!!!

 thumbsup 

Julio Giunti
Tenente-Coronel
Tenente-Coronel

Masculino
Inscrito em : 19/08/2011
Mensagens : 528
Reputação : 59
Idade : 39
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Controlador de tráfego aéreo - Infraero
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Mensagem por Leber em Qui 13 Mar 2014, 08:45

Alguém sabe de quanto é a dívida efetiva da massa falida da VRG? Citam alí na reportagem que o montante da indenização pode chegar a 6 bilhões de reais, será que isso cobre todas as dívidas?

 scratch 

_________________


O que me incomoda nas pessoas não são as suas limitações, mas sim a atitude delas em relação a isso !...

Leber
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 16/01/2012
Mensagens : 3438
Reputação : 335
Idade : 32
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Voar, voar e voar !
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Brasil] STF condena União a indenizar a Varig

Mensagem por andre_sp em Qui 13 Mar 2014, 09:48

"O caso está na Justiça há mais de 20 anos ..."

Do jeito que a coisa anda, deve ficar mais 20.  mad 

_________________
A vantagem da honestidade é que a concorrência é pequena.


andre_sp
Moderador
Moderador

Masculino
Inscrito em : 26/08/2009
Mensagens : 11150
Reputação : 993
Idade : 47
Simulador preferido : FSX
Emprego/lazer : Aviação
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum