Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


Dilacerados pela dor de uma tragédia aérea JJ 3054 Gse_multipart13851

Dilacerados pela dor de uma tragédia aérea JJ 3054

Ir em baixo

Dilacerados pela dor de uma tragédia aérea JJ 3054 Empty Dilacerados pela dor de uma tragédia aérea JJ 3054

Mensagem por Sandro Schneider em Dom 15 Jul 2012, 01:29


Existem minutos que duram para sempre. Eles marcam, ferem, redimensionam a própria percepção do tempo. Negam-se a ir embora. Depois de cinco anos da maior tragédia aérea brasileira, que se completam nesta terça-feira, há 400 minutos que seguem vívidos, recusando-se a ir embora. Eles começam às 18h54min de 17 de julho de 2007, quando o Airbus da TAM que levava 187 passageiros e tripulantes de Porto Alegre a São Paulo, incluindo 93 gaúchos, atravessou a pista do aeroporto de Congonhas e explodiu contra um prédio repleto de trabalhadores, matando 199 pessoas. Principiava ali um período da mais severa agonia, tingida por uma ponta de esperança. Ele se estendeu até a 1h34min do dia 18, quando o Brasil soube o nome dos mortos na tragédia.