Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Brasil] Engenheiro do ITA é nomeado novo diretor do Inpe em S. José.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Brasil] Engenheiro do ITA é nomeado novo diretor do Inpe em S. José.

Mensagem por cwbspotter em Qui 17 Maio 2012, 12:01

Leonel Perondi assume vaga deixada por Gilberto Câmara com desafio de reduzir déficit de pessoal e lançar o Cbers-3

Arthur Costa
São José dos Campos

O pesquisador Leonel Fernando Perondi é o novo diretor do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), de São José dos Campos. Sua nomeação deve ser publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias.
A escolha acontece nove meses após o pedido de demissão do então diretor Gilberto Câmara, que decidiu se afastar do instituto alegando estar ‘frustrado’ com a falta de contratação de servidores e contrariado com uma proposta de fusão entre Inpe e AEB (Agência Espacial Brasileira).
Perondi, 54 anos, era o primeiro da lista tríplice elaborada por um comitê de buscas a fim de indicar o substituto de Câmara ao então ministro do MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) Aloizio Mercadante. O novo ministro, Marco Antonio Raupp, decidiu manter a escolha do comitê.
Graduado em engenharia mecânica aeronáutica pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) em 1980, Perondi foi coordenador do setor de engenharia e tecnologia espacial do Inpe, gerente do programa sino-brasileiro Cbers e a diretor-interino do Inpe em 2005.

Desafeto. Por ter uma linha mais voltada para a defesa do fortalecimento do instituto em detrimento da atração de iniciativa privada, a relação de Perondi com Raupp e o novo presidente da AEB, José Raimundo Coelho, não é das melhores.
“O nome de Perondi desagradava Raupp”, disse o vice-presidente do SindCT (Sindicato Nacional dos Servidores Públicos Federais na Área de Ciência e Tecnologia), Fernando Morais.
Ele acrescenta que espera uma gestão com mais respeito ao instituto e seus servidores.
“O sindicato não tinha um nome preferido, mas espera que a gestão de Perondi seja sensata, dinâmica e democrática. Esses três pilares são fundamentais”, disse Morais.
Completavam a lista tríplice Petrônio Noronha de Souza e Márcio Quintino da Silva.

Missão. Perondi não foi localizado ontem para comentar sua nomeação. Ele se encontra com Raupp no dia 18 de maio em uma reunião em Brasília.
A data da posse oficial ainda não foi marcada.
O novo diretor do Inpe assume o instituto em um ano considerado crucial para o futuro do programa espacial brasileiro. Estão previstos para este ano o lançamento do satélite Cbers-3 e do VLS-1 (Veículo Lançador de Satélite), que levará um satélite do Inpe.
Outro desafio de Perondi será lutar pelo reforço no quadro de pesquisadores do instituto, uma das principais críticas da comunidade científica.

Mudanças. Com a nomeação de Perondi, a cúpula do setor espacial brasileiro completa um ciclo de renovação em menos de seis meses.
Em janeiro, Raupp assumiu o MCTI. Em fevereiro, o ministro convidou José Raimundo Coelho, então diretor do Parque Tecnológico de São José, para assumir sua vaga deixada na presidência da AEB, o que se consumou nesta semana.
O Inpe pretende lançar oito satélites até 2020. Atualmente, o instituto possui cerca de 1.000 servidores e precisaria de pelo menos mais 800.

 

Matemático assume a AEB com desafio da integração
São José dos Campos

O matemático José Raimundo Coelho toma posse como presidente da AEB na próxima quinta-feira, em cerimônia oficial de transferência de cargo em Brasília.
Ele substituirá no comando da agência o ministro do MCTI Marco Antonio Raupp, que deixou a AEB justamente para assumir o ministério.
Em entrevista a O VALE, Coelho disse que, nas primeiras semanas em seu novo cargo, ficará em uma ‘ponte aérea’ entre Brasília e São José para deixar aos poucos suas funções como diretor-geral do Parque Tecnológico.

Projetos. Sobre a proposta de fusão entre AEB e Inpe, Coelho salientou que formatará um modelo de gestão para definir como será a integração entre os órgãos.
Outro projeto do novo comandante da AEB é implantar futuramente um ‘braço’ da agência dentro do Parque Tecnológico. “O desenvolvimento do satélite geoestacionário (que será feito no Parque entre Embraer e Telebras) é um embrião desse projeto.”
Já sobre a contratação de servidores para os institutos de pesquisa do país, Coelho disse que estudará ‘caso a caso’ para avaliar a real necessidade de cada local.

Amizade. Raupp e Coelho são amigos há mais de 20 anos, desde que atuaram juntos na direção do Inpe.


SAIBA MAIS

O novo diretor do Inpe
Nome: Leonel Fernando Perondi
Nascimento: 31 de março de 1958, em Caxias do Sul (RS)
Formação acadêmica: Graduação em engenharia pelo ITA, mestrado em engenharia e tecnologia espaciais pelo Inpe e doutorado pela Universidade de Oxford, Inglaterra
Atuação profissional: Chegou ao Inpe em 1982, atuou em diversas área, foi coordenador de Engenharia e Tecnologia Espacial, entre 2002 e 2005 foi gerente geral do Programa Sino-Brasileiro (Cbers), já atuou como diretor-substituto do Inpe. Também foi professor universitário

O Inpe Hoje
Nome: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
Criação: surgiu em 1961 a partir da criação do Grupo de Organização da Comissão Nacional de Atividades Espaciais, criado em 3de agosto pelo governo federal, embrião da pesquisa espacial no Brasil
O Inpe: Em1963,o GOCNAE transformou-se na Comissão Nacional de Atividades Espaciais, sob comando do engenheiro Fernando de Mendonça, considerado primeiro diretor do Inpe
O Instituto hoje: enfrenta falta de verbas, projetos atrasados e, mais recentemente, se viu envolvido em denúncias de supostas irregularidades em contratos

A troca de diretor
Novela começou em agosto do ano passado, quando o instituto completou 50 anos
O diretor Gilberto Câmara e o então presidente da AEB, Marco Antonio Raupp, se desentenderam sobre a proposta de fusão dos órgãos, engavetada mais tarde pelo governo
Dias depois, Câmara pediu demissão da instituição
Mercadante solicitou que comitê de buscas elaborasse uma lista tríplice para indicar o substituto de Câmara
A lista ficou pronta no final de 2011, no entanto, mudança no comando do MCTI adiou a definição do novo diretor, consumada ontem
 
Fonte

_________________
Rafael


Instagram photo 
Minhas fotos no JetPhotos! Amor
avatar
cwbspotter
Tenente-Brigadeiro
Tenente-Brigadeiro

Masculino
Inscrito em : 05/04/2011
Mensagens : 4259
Reputação : 249
Idade : 31
Simulador preferido : FSX
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum