Voo Virtual
Olá, seja bem-vindo(a) ao Voo Virtual. Caso ainda não seja membro da nossa comunidade, registre-se, para que possa participar ativamente e ter acesso a todos os conteúdos do site.
Por favor leia as regras do fórum aqui antes de postar, para evitar advertências e suspensão.


[Internacional] Força Aérea da Índia confirma falha no sistema fly-by-wire de caça Su-30MKI que caiu essa semana

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Internacional] Força Aérea da Índia confirma falha no sistema fly-by-wire de caça Su-30MKI que caiu essa semana

Mensagem por Amilckar em Dom 18 Dez 2011, 19:50

Força Aérea da Índia confirma falha no sistema fly-by-wire de caça Su-30MKI que caiu essa semana


Uma falha "não identificada" no sistema de fly-by-wire do caça Su-30MKI pode ser sido a causa do acidente nessa terça-feira.


O acidente com a aeronave de caça Su-30MKI que caiu perto de Pune na terça-feira (13) foi
devido a uma “falha desconhecida” que não deu nenhuma indicação para o
piloto, e uma equipe de especialistas da Rússia chegou para tentar
descobrir, disse o Chefe da Força Aérea da Índia, General NAK Browne. A
frota de 120 caças Su-30MKI, que estava suspensa desde o dia do
acidente, deve voltar a voar nessa segunda-feira.



“Houve um problema no sistema fly-by-wire… Isso é uma coisa nova. O
piloto não recebeu qualquer aviso. Não houve indicações no cockpit e o
avião ficou fora de controle”, disse o chefe da Força Aérea da Índia em
Delhi.

Ele disse que o piloto “tentou fazer o melhor para controlar a
aeronave por 15-20 minutos” antes de se ejetar juntamente com o Operador
de Sistemas de Armas (WSO).

O Wing Commander GS Sohal era o piloto da aeronave, com o tenente U Nautiyal como seu WSO.

O primeiro Su-30MKI, que caiu próximo a Rajasthan, em 2009, também enfrentou problemas no sistema fly-by-wire.

Questionado sobre se o acidente aéreo recente foi também devido ao
problema semelhante, o chefe da Força Aérea da Índia disse que era uma
“questão diferente”.

O caça Su-30MKI havia decolado da base Lohegaon em Pune as 12:40hs e
caiu pouco depois, perto da aldeia Wade Bolhai, por volta das 13:10hs de
terça-feira, dia 13 de dezembro.

Browne disse que as reportagens sobre a suspensão dos voos das
aeronaves “não eram corretas”, e que depois de verificações, toda a
frota deve voltar a voar nessa segunda-feira.

A Força Aérea da Índia possui uma frota de cerca de 120 aeronaves
Su-30MKI, os quais estão implantados em diferentes locais em Pune,
Bareilly, Tezpur, Chabua e Jodhpur, onde permaneceram sem voar desde
terça-feira.

Browne disse que uma equipe de peritos da Rússia, que é a fabricante
original da aeronave de combate, chegou no país nessa sexta-feira e vai
ajudar no tratamento da questão.

Índia tinha adquirido as aeronaves da Rússia nos anos 90 e desde a
sua introdução em 1997, apenas três acidentes ocorreram. Após o
acidente, o Ministério da Defesa disse que ficou surpreendido com a
queda de um dos seus principais caças, o Sukhoi Su-30 MKI, que são os
aviões de guerra mais recentes e mais avançados no inventário da Força
Aérea da Índia.

Fonte: DNA
Via: Cavok

_________________
Carlos Amilckar
avatar
Amilckar
Colaborador - Notícias de aviação
Colaborador - Notícias de aviação

Masculino
Inscrito em : 12/10/2009
Mensagens : 11015
Reputação : 506
Idade : 52
Simulador preferido : P3D V3
Emprego/lazer : Militar aposentado
Nacionalidade : Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum